Finanças

Enviado por Programa Chuletas y clasificado en Matemáticas

Escrito el en español con un tamaño de 14,28 KB

 
Os gestores de uma PME industrial decidiram alterar a política de amortizações e de provisões o que se traduziu numa redução dos respectivos custos em cerca de 25% do valor que deveria figurar nos documentos financeiros. Nestas circunstâncias, pede-se que refira de forma sucinta quais são as consequências económicas, financeiras e monetárias dessa alteração. Consequências económicas são a alteração de resultados operacionais. Consequências financeiras é a alterara capacidade do custo-financeira, além disto pode exceder prejuízos: (tabela no caderno). No balanço aumenta o RL e o IRC-> aumenta passivo e activo. Consequências monetárias só existem a nível da fiscalidade, dado que amortizações e provisões não são pagamentos, são apenas custos.Qual a finalidade, em termos analíticos, dos conceitos de MLB e de CFAO e o que é que distingue esses dois conceitos. MLB e CFAO são indicadores de viabilidade, respectivamente económica e financeira. MLB é o indicador de excedente económico, CFAO é o indicador de excedente financeiro. Com base nos indicadores do quadro anterior faça um breve diagnóstico da situação financeira da empresa. Dizer se a empresa e viável ou não e porque 4. o desempenho da empresa ao longo do quinquénio, evidenciando os aspectos que lhe pareçam mais relevantes. RIC ou RF depois Turnover de seguida os factores económicos e estratégicos, de seguida factores financeiros ou alavanca financeira -> EFA e por fim estraordinarios e fiscais. Nos factores económicos e estratégicos dizer quais tem maior impactoFMN = NFC - RFC_Para haver equilíbrio financeiro estrutural, significa que haverá um ponto em que irá haver identidade entre o fundo de maneio e o fundo de maneio necessário._Ee = FM - FMN_Ee = 0 à FM = FMN__A estrutura financeira da empresa encontra-se desequilibrada nos seguintes casos: Ee > 0 excesso de FM (excesso de capitais permanentes)_Ee < 0 deficiência de FM__FM = CP’ - AF_CP’ = Capital Próprio + Pasivo M/L prazo_ AF-Activos Fixos Líquidos__Se Ee > 0, ele financia a totalidade do Activo Fixo, e o remanescente financia ainda o Activo Circulante. O que corresponde a um excesso de capitais permanentes. Estamos a usar recursos financeiros caros e restam capitais permanentes para usar em outros activos circulantes.__AE = IT + FMN_ Quais as consequências das amortizações a nível económico e financeiro? Ambas têm origem na demonstração de resultados. Mas no balanço entram sempre para o primeiro membro - activo. São elementos passivos porque são recursos! Económicas - vai ter consequência no resultado operacional, este vai diminuir. Financeiras - MLL são uma consequência do RL + A + P vão afectar o nível e capacidade do financiamento e autofinanciamento. Equilíbrio Financeiro Eq. Estrutural - Passa por uma análise dos elementos fixos. FM e FMN_ Eq Conjuntural - Passa por ser uma análise dos elementos que varia, que alteram rapidamente e que vão alterar a tesouraria. Eat e EptmFundo de Maneiro - FM FM = CP’ - AF _ FM = AC - PC (margem de segurança) Autonomia Financeira - ( AF ) à CP / A - É uma relação que envolve uma relação entre o capital próprio e o activo. Deve situar-se entre ] 25; 40% [ Solvabilidade - (S) à CP / P - É uma relação que envolve uma relação entre o capital próprio e o passivo. A importância da solvabilidade total é saber se em casos extremos a empresa podem honrar os compromissos quer a curto quer a médio longo prazo. Quanto maior for o ratio, maior será a independência financeira da empresa face a terceiros. Liquidez: Geral - (LG) à AC / PC -Vai relacionar o Activo circulante com o Passivo circulante. Este ratio depende do tipo de empresa. Reduzida - (LR) à ( AC - Existências ) / PC - É a que resulta a dedução do activo circulante quer das existências quer de produtos. Imediata - (LI) à Disponibilidade / PC -É a relação entre a Disponibilidade e o passivo circulante. Demonstração dos Fluxos de Caixa (ou Cash Flow) 3 ciclos de Actividade Ciclo de Actividade Operacionais - CFAO_ Ciclo de Actividade Investimento - CFAI _Ciclo de Actividade Financeiro - CFAF _ Cash Flow de Período é a síntese dos 3 ciclos à CFP = somatório. é igual á variação de disponibilidades (entre 2 anos consecutivos). Cash Flow = é uma função/resultado entre (Recebimentos - Pagamentos)_ Métodos - Cash Flow das actividades operacionais: CFAO ·Directo - de cima para baixo (desde proveito operacional, RO até RL) ·Indirecto - de baixo para cima (desde RL até PO) Conceito de Viabilidade Financeira Para o estudo da viabilidade económica era preciso os MLB. Para a viabilidade financeira, o indicador por excelência para saber se uma empresa é financeiramente fiável é CFAO, sendo que a condição necessária é CFAO > 0 e CFP > 0. _Proveito & Custo - especialização económica _Receitas & Despesas - especialização financeira _Recebimentos & Pagamentos - é o acto de pagar ou receber -Os recebimentos de exploração dependem da politica de crédito da empresa. Rendibilidade - “RIC” A rendibilidade Integrada Capital pretende explicar a rendibilidade financeira. _AE-Activo Económico_V-Vendas_RAJI- Resultado antes de juro e Imposto_A-Total do Activo_P -Passivo_Rr -Resultado Líquido Retido_ Rendibilidade = Resultados obtidos / Recursos utilizados__·Imperativo Económico ·Condicionante Financeira -Como se mede a rendibilidade? Usamos indicadores (Rácios) como medida da rendibilidade. Factores Influentes: ·Económico e estratégico; ·Financeiros ou alavanca financeira; ·Extraordinários; ·Fiscais.__Rendibilidade Financeira ou do Capital Próprio (RCP ou ROE?) = RL / CP_ Rendibilidade do Activo Total (ROA ou RAT) = RAJI / A_ Efeito Financeiro de Alavanca à L(ROA-Ki)_ L = P / CP_ Ki = CMPCA = EF (demonst. Res.) / P_ Factores Extraordinários=RAI / RC_ Factores Fiscais=RL / RAI_ Definição: RIC = [ PO/AE x V/PO x MB/V x RO/MB x RAJI/RO x AE/A + P/CP ( RAJI/A - EF/P ) ] x RAI/RC x RL/RAI x Rr/RL Factores Económico Estratégico (ROA) Factores Financeiros ou Alavanca FinanceiraFacores Externos Facores Fiscais
ROA - Rotação do activo económico, rácio de eficiência, quando maior o valor, em princípio é melhor e a empresa é mais eficiente à turnover NOTA: PO / AE_ AE=IT + FMN_ Devem-se fazer investimentos de substituição para que a empresa não fique parada. V / PO Medir a variação da produção MB / V_ MB = V - custos variáveis Medir o impacto dos custos variáveis na rendibilidade_ RO / MB Medir o impacto dos custos fixos _RAJI / RO_ RAJI=RO + PF Medir impacto dos proveitos financeiros na rendibilidade _L x (ROA - ki) ROA > ki - funciona como maximizadora da actividade financeira ROA < ki - condições penalizadores da rendibilidade ROA = ki - situação de risco, ponto morto da actividade financeira. A alavanca não funciona.




Demonstração de Resultados - Indicadores 1.Margem Bruta à Vendas - Custo Vendas (CMVMC) 2.Valor Acrescentado Bruto à PO - CE - Imposto Indirecto 3.Excedente Bruto Exploração - MLB=PO - COD ou RL+ A + P + EF + IRC 4.RO = PO - CO 5.RAJI = RO + PF 6.RF = PF - CF 7.RC = RO + RF 8.RE = GE - PE 9.RAI = RC + RE 10.RL = RAI - IRC 11.Imposto s/ Resultado = IRC 12.MLL à RL + A + P 13.MLLR à RR + A + P Legendas: CE = CMVMC + Fornecimento Serviços Externos_PO Proveito Operacional_CO Custo Operacional_COD Custos Operacionais Desembolsáveis_A Amortização_P Provisão RF Resultado Financeiro_RC Resultado Corrente_RL Resultado Líquido_RE Resultado Extraordinário_RAJI Resultado a Juros e Impostos_RAI Resultado antes de Imposto PF Proveito Financeiro_EF Encargos Financeiros_MLL Meios Libertos Líquidos_MLLR Meios Libertos Líquidos Retidos ou autofinanciamento é o excedente financeiro gerado na empresa e que permanece na empresa sem qualquer vinculo de exigibilidade. Outros: Custos Operacionais -Desembolsáveis-Não Desembolsáveis=Amortizações + Provisões_Resultados Líquidos·Retidos ou Reservas (RR)-Distribuídos Interpretação de Resultados: 2 indicadores da situação económica, 2 da situação financeira e 2 de síntese Económico: Meios Libertos Brutos - preocupado com a viabilidade da empresa, como evoluiu o excedente ao longo do triano. Valor Acrescentado Bruto - preocupado pela geração de riquezas. Resultado Operacional Financeiro: Resultados Financeiros (só este indicador é realmente financeiro Comparar empresas do mesmo ramo mas dimensões diferentes Taxa Margem Económicaà TME = MLB / PO _Rendibilidade Líquida Vendas à RL / V (não é muito bom indicador)_Rendibilidade Operacional Vendas à ROV = RO / V ou RO / PO_Rendibilidade Capital Próprio à RCP = RL / CP (capital próprio)_Rendibilidade do Activo à ROA = RAJI / AT (activos totais)_Rendibilidade de Investimento à ROI = RO / AE (imobilizado técnico à corpóreo + incorpóreo) Teoria do “Custo-Volume-Resultado” Histórico à 3 anos Previsão à 5 anos_Vendas (valor previsto para o 4º ano) = X = V1 + V2 + V3 + V4_P1-Qx * p = V1_P2-Qx * p = V2_P3-Qx * p = V3_P4-Qx * p = V4 Equação Fundamental(1)R = V - C_C = CV + CF_(2)R = V - CV - CF_V = p * Q_CV = c * Q_(3) R = p * Q - c * Q - CF_(3’) R = MB - CF Pressupostos: 1.Custos podem ser fixo e varáveis 2.Variação da existência de produtos é nula 3.O preço unitário de venda, p, não altera (no período de análise) 4.O custo variável unitário, c, não altera 5.Os custos variáveis (VC) variam na proporção das vendas 6.CF inalteráveis 7.CMVMC são iguais às compras à variação de existência de matérias é nula 8.Pontos mortos e Graus de alavanca não são aplicados à empresa (prod-a-prod) _ R * R (Rendibilidade * Risco)= Zona Económica Exploração Operacional Pontos Mortos·Ponto Morto Económico - PME·Ponto Morto Financeiro - PMF Graus de Alavanca·Graus Operacional de Alavanca - GOA ·Grau Financeiros de Alavanca - GFA·Grau Combinado de Alavanca - GCA Efeitos·Efeito Económico de Alavanca·Efeito Financeiro de Alavanca
R = 0-MB = CF__Ponto Morto Económico em Quantidades_PME
Q=p*Q -c*Q-CF_PMEQ = (p - c) * Q - CF_(p - c) * Q = CF_Q = CF / (p - c) __Ponto Morto Económico em Valores_PMEV = p * ( CF / (p - c) ) Teoria “CVR” à Rendibilidade e Risco Zona Económica ·PME -CFO / ( MB / V ) ·PMF -CFOD / ( MB / V ) Total ·PMT -CFT / ( MB / V ) ·PMFT -CFTD / ( MB / V )_CFO-Custos Fixos Operacionais _CFT = CFO + EF_CFTD = CFT - ( A + P )_ Existem outros custos embora não saibamos em que proporção podem variar, para além de CMVMC. Tais como, Custo de Pessoal, FSE, etc.. Por esta razão, estes custos, são considerados fixos._ Período Temporal à Pt = PME * 12 / V (em meses)_ É indiferente trabalhar o ponto morto em quantidades ou em valores, porque a variação da produção é nula (produção = vendas)._A alavanca dos resultados operacionais é a manutenção dos custos fixos _GOA= MB / RO -Rendibilidade e risco na zona económica_GFA= RO / RAI -Rendibilidade e risco na zona financeira_GCA= MB / RAI -Rendibilidade e risco global_> Grau - > Risco < Rendibilidade_< Grau - < Risco > Rendibilidade Análise do CVR: 1º Falar a nível de produtos_·No conjunto dos 4 produtos, o que apresenta melhores resultados é X._·Pior produto é aquele que apresenta pior resultado operacional._Quanto menor o Pt é aquele que apresenta maior rendibilidade e menor risco. E pode ser confirmado com os Graus de Alavanca.·É melhor porque tem a melhor margem, Pt + rápido, grau de alavanca + cedo. ·Falar do ratio dos MLB da empresa com o MLB de cada produto, ou usando mesmo a TME (Taxa de Margem Económica) à TME = MLB / V_ Sempre que há valores negativos, nos Graus de Alavanca eles não são utilizados.__2º Fala do desempenho da empresa _A empresa teve um desempenho positivo porque RL é positivo. Visto que os MLB são positivos a empresa é economicamente viável (quer do ponto de vista económico quer financeiro).

Entradas relacionadas: